quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

119 – Pindoko (Pindoko) – Cabo Verde (2011)


Direção: João Pereira
Versão em vídeo de peça teatral encenada pelo grupo Raízes de Cabo Verde. A comédia popular trata com  muito bom humor dos dilemas familiares do casal Simplício e Dunda, na educação do filho, o adolescente Pindoko. Os problemas começam a aparecer quanto o jovem, em vez de ir para a escola, passa a consumir drogas e inclusive a roubar. Pobres, tradicionais e conservadores, os pais reagirão de forma diferente aos desafios impostos pela rebeldia e delinquência juvenil.


Um “filme” bem preconceituoso, que busca estereotipar o jovem que fuma maconha, semelhante aos vídeos que normalmente são passados no colégio, numa propaganda anti-drogas. O produto, no entanto, acaba sendo a construção de um estereótipo que difere do usuário real, o que didaticamente é péssimo, inclusive para quem pretende dissuadir o jovem a experimentar maconha.

As aspas no “filme” é porque fica difícil encaixar Pindoko em um gênero específico. A própria equipe do filme se apresenta como grupo de teatro; tem uma narrativa cinematográfica; tem sequencias que parecem feitas para televisão (inclusive com risadas de platéia ao fundo); e tem uma qualidade técnica de produção semelhante aos vídeos que eu fazia na sétima série.


Mas, ainda assim, é uma obra interessante, pois nos apresenta alguns elementos da cultura de Cabo Verde. Algumas gírias crioulas e a excelente trilha sonora agregam ao vídeo.



Download:
em breve disponível

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

118 – Surpresa em dobro (Old dogs) – Estados Unidos (2009)


Direção: Walt Becker
Dois grandes amigos – um divorciado sem sorte no amor (Robin Williams) e um solteiro divertido (John Travolta) – têm a vida virada de cabeça para baixo quando, inesperadamente, ficam responsáveis por cuidar de gêmeos de sete anos quando estão prestes a realizar o maior negócio de suas vidas. Os dois, que não entendem nada de criança, esforçam-se para cuidar dos gêmeos, o que resulta em uma confusão atrás da outra e talvez em uma nova e recém descoberta compreensão do que é realmente importante na vida.



Para descontrair. Um dos últimos trabalhos protagonizado por Robin Williams e mais uma impecável atuação de John Travolta.

Um besteirol leve e divertido.


Download:
Link Direto (dublado) - 800Mb

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

117 – Os vivos e os mortos (The Dead) – Irlanda (1987)


Direção: John Huston
É 6 de janeiro de 1904 e Dublin celebra o Dia dos Reis em meio à neve. Na casa das irmãs Morgan, Julia (Cathleen Delany) e Kate (Helena Carroll), é oferecida uma ceia a amigos e parentes, logo após a realização de um sarau musical e poético.



Último filme de John Huston.

E talvez a despedida da vida mais bela, poética e emocionante feita por um diretor.


Download:
Torrent + Legenda

domingo, 14 de dezembro de 2014

116 – O homem que não dormia (idem) – Brasil (2012)



Direção: Edgard Navarro
Numa mesma noite, cinco pessoas de uma cidadezinha do interior são acometidas por um mesmo pesadelo envolvendo um homem sinistro e um tesouro enterrado. Com a chegada de um misterioso peregrino, o vilarejo é arrebatado da rotina medíocre e os personagens são lançados num vórtice de acontecimentos insólitos. Será assim que cada um terá sua verdade trazida à luz e se libertará do jugo perverso das hipocrisias, medos e doenças, assumindo as rédeas de seus destinos e reescrevendo suas vidas.




Mais um delírio de Edgard transposto para a tela. Com um dos personagens sendo interpretado por “meu tio” Narcival. Filmado na Chapada Diamantina, parte rodado nas praças de Andaraí, de onde tenho muita história pra contar. O homem que não dormia é cinema baiano, é cinema de maluco, como o próprio Edgard Navarro se define.


Download:

sábado, 13 de dezembro de 2014

115 – Catastroika (Catastroïka) – Grécia (2012)


Direção: Aris Chatzistefanou
Elaborado pelos mesmos produtores de Dividocracia, o documentário trata da privatização de setores chave da economia tais como: comunicações, energia, transportes e água.
Passando pela Rússia de Boris Yeltsin, Inglaterra de Tatcher, Eua de Reagan, até chegar na Grécia atual, o documentário nos mostra como a ideologia neoliberal - que prega o Estado Mínimo - funciona na prática: utiliza o próprio Estado para transferir patrimônio público em serviço de interesses privados.



Documentário grego muito parecido com documentário argentino Memória do Saqueio. Não pelo formato, muito menos pela estética. Mas, pelo conteúdo. Enquanto o filme argentino, produzido em 2004, foi feito no momento em que o país estava no fundo do poço, devido à política neoliberal e privatarias (privatizações + corrupção do governo) desenvolvido na década de 1990, na Argentina; o filme grego, produzido em 2012, foi feito no momento em que o país estava no fundo do poço, devido à política neoliberal e privatarias (privatizações + corrupção do governo) desenvolvido na década 2000, na Grécia. Daí a semelhança. A história se repetindo como farsa.

Catastroika, no entanto, é mais superficial no conteúdo e um pouco cansativo no formato. Mas, ainda assim, uma fonte de informação interessante para compreender a crise que a Grécia e outros países da Europa vêm enfrentando.


Download:
Torrent + Legenda

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

114 – Ninfomaníaca – volume 2 (Nymphomaniac – volume 2) – Dinamarca (2014)


Direção: Lars von Trier
Segunda parte das aventuras sexuais de Joe (Charlotte Gainsbourg), uma mulher de 50 anos que decide contar a um homem mais velho (Stellan Skarsgard) sua história pessoal.




Ainda mais ousado, Lars von Trier provoca o espectador em Ninfomaníaca 2. Em cena, um personagem ouvinte que representa as mentes, olhos e desejos de quem assiste. Até que pontos somos solidários ou indulgentes com a personagem viciada em sexo que nos expõe a sua vida? Até que ponto fingimos querer ver a obra com um olhar isento de preconceitos ou de oportunismo? Até onde fomos ver Ninfomaníaca com a expectativa de encontrar cenas de sexo que nos excitassem? Até que ponto somos escrotos? Até que ponto nossa expectativa por sexo prejudicou nossa compreensão sobre diversos conflitos expostos? Até que ponto merecíamos levar um tiro?



Download:
Torrent + Legenda
(Torrent inclui Ninfomaníaca volume 1 e volume 2)

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

113 – Viver (Ikiru) – Japão (1952)


Direção: Akira Kurosawa
Burocrata de longa data, que não liga para nada que não o interessa, descobre que está com câncer. Decide, então, construir um playground em seu bairro, tentando descobrir um sentido para sua vida.



“Não te odeio. Não tenho tempo para isso”.

Em Viver, Kurosawa dá a consciência da morte ao seu personagem, para dar vida a ele.

O seu existencialismo é recheado de reflexões e sutilezas, numa revisão da própria vida, das relações familiares e do conceito de felicidade. Kurosawa faz lembrar Yasujiro Ozu e sua delicadeza em abordar os dramas familiares, sob a perspectiva do ancião.

É o ciclo que segue: da morte até a vida, da vida até a morte.

Belíssimo filme do cinema japonês e mundial.


Download:
Torrent + Legenda

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

112 – Expurgo (Puhdistus) – Finlândia (2012)


Direção: Antti Jokinen
Em 1992, uma velha senhora que vivia solitária em uma floresta da Estônia, Aliide, acolhe em sua casa uma jovem russa, Zara. Apesar das desconfianças e precauções iniciais, as duas começam a se conhecer melhor e desenvolvem uma relação de amizade. Zara era uma escrava sexual na Rússia, e depois que fugiu passou a ser caçada por dois mafiosos russos que estavam envolvidos no mercado sexual. Já Aliide vê na nova amiga uma oportunidade de contar sua trajetória e suas experiências pela União Soviética, tentando se livrar dos próprios fantasmas.




Um filme forte, com algumas cenas impactantes de violência. Mas, ao mesmo tempo, um drama com muitas dosagens de divagações pessoais. É da Finlândia esse thriller, que mistura suspense, ação e drama político e pessoal. O enredo se perde em alguns vai e vens, mas é uma obra bem interessante.


Download:
Torrent + Legenda

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

111 – Ben Hur (Ben Hur) – Estados Unidos (1959)


Direção: William Wyler
Em Jerusalém no início do século I vive Judah Ben-Hur (Charlton Heston), um rico mercador judeu. Mas, com o retorno de Messala (Stephen Boyd), um amigo da juventude que agora é o chefe das legiões romanas na cidade, um desentendimento devido a visões políticas divergentes faz com que Messala condene Ben-Hur a viver como escravo em uma galera romana, mesmo sabendo da inocência do ex-amigo. Mas o destino vai dar a Ben-Hur uma oportunidade de vingança que ninguém poderia imaginar.


Um clássico, um épico. Abusando de recursos dramáticos, a obra de William Wyler traz uma representação dos tempos do império romano e dos conflitos políticos envolvendo diversas civilizações, mitologias religiosas e problemas sociais.

O filme levou 11 Oscars e possui cenas com milhares de figurantes. Há quem diga que é o maior épico do cinema...


Download:
Torrent + Legenda

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

110 – Amor verdadeiro (Jørgen + Anne = Sant) – Noruega (2011)


Direção: Anne Sewitsky
Anne, menina norueguesa de 10 anos de idade, se apaixona pela primeira vez. Seus amigos confrontam seus próprios sentimentos enquanto testemunham a implacável batalha de Anne com uma rival da escola pelo amor de um garoto que acabou de chegar na cidade.



De volta à velha infância. Ao tempo do “verdade ou conseqüência”, dos bilhetinhos de amor, dos selinhos, dos namoros de um dia, das amizades eternas, das brigas, dos ciúmes e das brincadeiras.

Como é bom ter 10 anos de idade. Mas, ainda melhor, é ter muito mais que isso e poder lembrar dos 10 anos de idade.


Download:
Torrent + Legenda